Gripe A: 56 novos casos registrados no país

Novas medidas para evitar a superlotação em laboratórios e hospitais destinados a tratar pacientes que contraíram o vírus são colocadas em prática.

O Ministério da Saúde registrou neste sábado 56 novos casos de gripe suína. Ao todo já são 812 casos e uma morte no país. Hospitais públicos começaram a por em práticas as novas medidas contra a doença.

O Cruzeiro vai jogar a primeira partida da decisão da Libertadores da América na semana que vem contra o Estudiantes, na Argentina. A equipe está preocupada. A nova gripe já infectou mais de duas mil pessoas e matou 44 no país vizinho.

“Nós não podemos ir para uma área que é uma das maiores áreas de risco, onde estão suspensas todas as atividades esportivas, e vai ter um jogo de futebol para 50 mil pessoas”, argumenta o diretor de futebol do Cruzeiro Eduardo Maluf.

Na internet, a página da Confederação Sul-Americana de Futebol diz apenas que a partida está confirmada para próxima quarta-feira.

No Brasil, já estão em vigor as medidas anunciadas para evitar a superlotação em laboratórios e hospitais destinados a tratar pacientes que contraíram a nova gripe. Apenas os casos mais graves vão merecer : exames, consultas nos hospitais de referência e remédio para combater o vírus.

Casos leves devem ser atendidos nos postos de saúde ou pelo médico da família e podem ser tratados em casa. Nos casos leves, o paciente tem febre e tosse ou febre e dor de garganta.O principal critério para que o caso seja considerado grave é falta de ar, dificuldade para respirar. A febre também costuma ser contínua. Alguns pacientes podem ter desidratação.

“Cabe ao médico a decisão da internação, a decisão do tratamento específico e o diagnósticos das complicações”, explica o infectologista Davi Uip.

O Ministério da Saúde diz que as mudanças não vão prejudicar o controle da doença no país.

“Nós fazemos um monitoramento diário de todos os casos que são detectados desde a suspeição, não somente após a confirmação, e esse procedimento está sendo seguido não só pelo Brasil , como por vários países, na América do Norte e na Europa, que estão adotando o mesmo procedimento”, avisa o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde Eduardo Hage.

1 Comentários:

Anônimo,  26/07/2009 12:48  

Acho q estão demorando demais para a utilização da vacina aqui no país ,só pq é pais baixo tem q ser um dos ultimos?poxa meufoi eles qm nos passou esta maldita doença.
*Seu site é muito bom pois não poreciso ficar visitando vários sites de msgns aq tem tudo parabens*

*Deixe Seu Comentário*

*Campanhas*

Pegue o seu selo Diga não ao bloqueio de blogs Blog Voluntário

  ©Template by Dicas Blogger.